quinta-feira, junho 14, 2012

Alfama

De 12 para 13, Alfama "não dormiu a noite inteira" e quando lá chegámos, por volta da uma da tarde, ainda estava no banho!
Homens e mulheres dos serviços de limpeza da Câmara de Lisboa afadigavam-se de forma a deixá-la de novo apresentável depois de uma noite de folia! Perguntei a uma das trabalhadoras quando é que tinha iniciado o turno e ela respondeu-me que já ali estavam às cinco da manhã!
Para uns folgarem trabalham outros mas tudo se processou com rapidez, eficiência neste largo tão castiço.





E se não foi numa destas esplanadas foi noutra muito semelhante que acabámos por almoçar.
Claro que não fugimos à regra e comemos sardinhas assadas que estavam uma delícia, acompanhadas por "imperiais" bem fresquinhas!
Os turistas de "fora" eram a maioria, uns sentavam-se para o repasto, outros passavam de sorriso estampado no rosto, de máquina bem apontada a tudo o que lhes parecia interessante.
Os de "dentro" também sorriam...
O céu azul, o largo limpo e engalanado, os empregados atenciosos, tudo contribuía para um ambiente festivo.
Ao lado, numa mesa de portugueses bem animados, destacavam-se alguns dinamarqueses que, de vez em quando, se levantavam e erguiam bem alto o cachecol vermelho e branco da sua selecção. 
Uns batiam palmas, outros assobiavam, em perfeita harmonia!
E pelo pequeno espaço que separava as mesas passavam "indígenas" sem mostrar o mínimo desagrado com semelhante invasão!


Nota: As fotos continuam a ser da net!

19 comentários:

Anónimo disse...

E eu que gostava tanto de viver Lisboa numa noite assim!
Quem sabe no próximo ano não possa guardar uns dias, para ir aí.:))

Aquele abraço

(tenho tanta vontade de comer sardinhas assadas, que as vou exigir este fds aos meus pais. Ah...que tola! Só agora lembrei que vou exatamente à festa de Sto António, cujo convívio, na aldeia, tem sempre esse petisco!:)))

Nina
(passam-se coisas no blogger. Desta vez só me safo com o Internet Explorer:))

Anónimo disse...

P.S: beijinhos ao piqueno rei.:)

abspinola disse...

Viva Alfama!
Bjstos

Teté disse...

Alfama deve ter mais piada no próprio dia 13, que durante a noite de folia. Digo eu, que já lá não passo uma dessas noites há muitos anos: muita gente, muito barulho e muitas grandes bebedeiras, foram as últimas imagens com que fiquei! Mas comer umas sardinhas, numa noite mais calma, não está fora do programa... :)

Abraço!

Flor de Jasmim disse...

Rosa
Gostei de saber que te divertiste e acima de tudo comeste sardinhas.
Cá em casa vai ser no sábado, uma sardinhada à maneira.

Beijinho e uma flor

Rogério Pereira disse...

Sardinha no pão
Merece vinho do jarrão

Imperial?
rima mal

Mas fresquinha...

mlu disse...

Alfama é liiinda! E nestas noites (ou dias) de festa popular ainda deve ser melhor!...
Ler,às vezes, provoca miragens: parece que conheço Alfama por dentro e por fora desde o livro de Alface «Cá vai Lisboa» mas penso que nunca por lá passei.

Boa continuação, um abraço!

São disse...

Lamentavelmente , nunca fui aos Santos Populares!!!

Um abraço.

maria disse...

Eu adoro os santos populares, mas prefiro a noite de 13 que a de 12, há de tudo na mesma, mas sem a confusão da noite anterior :)

Alfama vive destes dias :)

( )jinho :)

Graça Sampaio disse...

Isso é que foi gozar o Santo António! Alfama é um espanto de luz e de vida!

Beijinhos

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Tudo bem, gostei da descrição ( Janto com frequência em Alfama, mas nunca fui lá nesse dia- só na véspera durante a noite) mas sardinha rima com pinguinha. Com cerveja não me escorrega. Bem, mas eu sou suspeito, porque não aprecio cerveja.

Pitanga Doce disse...

Ó Rosa que tens andado por lugares tããão feios! Que pena tenho de ti, rapariga!

Catarina disse...

Quando leio sobre locais interessantes, quero conhecê-los ou revisitá-los todos. Fico com umas saudades que ninguém imagina!!! : ) Enquanto em Lisboa gostaria de almoçar em Alfama!!!! Acrescentei agora mesmo à lista “Lisboa” . Visitar o Parque Eduardo VII, passar pelo Palácio de Belém – quem sabe se não serei convidada a entrar - , visitar e fotografar a Estação do Rossio (tb acrescentada hoje à lista devido ao post de A Turista) e levar uma prima a um restaurante chinês.
Abraço : )

Lilá(s) disse...

Estava longe nesses dias, mas lembrei-me bem do aroma da sardinha assada e da ambiência de Alfama.
Bjs

Rui Pascoal disse...

Passei por Alfama e por lá jantei no dia 4 de Junho (já estava toda enfeitada e cheia de turistas). Imagino como terá sido nessa ocasião...
:)

Justine disse...

Estás então transformada numa alfacinha da gema!!O que os netos nos fazem:-)))) Até os Santos Populares já festejas, sim senhora!
Boas diversões!

Isa GT disse...

Adoro a minha Lisboa, suponho que sou daquelas que nunca vai conseguir cortar o cordão umbilical com a cidade onde nasceu e cresceu... já tentei... mas tive que voltar ;)

Bjos

quem és, que fazes aqui? disse...

Agora até que iam umas sardinhas!!! E com vinho, como diz o Rogério.

Desta semana não passam...

Beijo

Laura

Fê-blue bird disse...

Tenho tantas saudades de uma sardinhada :)
Até senti o cheirinho...a LISBOA! :D

beijinhos