quinta-feira, fevereiro 02, 2012

Fiat Lux

Quarenta dias após o nascimento do Menino Jesus, sua mãe, obedecendo à lei de Moisés, fez a sua apresentação no templo e submeteu-se à cerimónia da purificação aplicada a todas as parturientes.
Assim nasceu a devoção à Senhora da Luz, das Candeias, da Purificação, da Apresentação, da Candelária...
Cruza-se ainda com o culto à Deusa Ceres, mãe das colheitas, para os Romanos, com o Imbolc ou Oilmec, um dos quatro festivais celtas e  também um dos oito sabbats da religião Wicca.


Na região onde vivo, que não fica longe da minha terra de origem, manda a tradição que se festeje esta data comendo fritos que devem ser preparados com azeite novo para que este, fonte da luz para os povos antigos, nunca falte nas nossas casas...



Como não sou grande cozinheira e a lareira da casa da minha sogra já está apagada há muito, limitei-me a ir comprar filhoses e sonhos ao mini-mercado que fica ao fundo da rua.
Mas para não quebrar a tradição à noite fritarei uma omelete em azeite novo...


Em França festeja-se igualmente esta data mas com "crêpes"!

No Brasil a festa da Senhora da Candelária está associada a Iemanjá, protectora de pescadores e marinheiros e não sei se haverá alguma iguaria que se faça para a assinalar.
Enfim! Podemos considerar que é uma festa multi-religiosa!
Haverá algo de semelhante nas vossas terras?

34 comentários:

Tite disse...

Amiga,

Como saí de lá cedo e nunca vi a minha mãe fazer fritos fora do Natal, creio que não se celebra tal tradição.

Por outro lado uma coisa eu te direi. Por aqui muito poucos sítios ou nenhuns que tenham fritos sem sabor a óleo bem usado. Por essa razão ou faço eu os fritos ou não como pois odeio comer estes sonhos de aspecto maravilhoso com sabor retardado.

De qualquer modo faço votos de que nunca nos falte a luz e mais ainda a clarividência.

Beijossssss

Fê-blue bird disse...

Minha amiga:

Sou de Lisboa e nunca tive o prazer de ter estes costumes que são a essência da nossa cultura.
Gostei muito de saber!

beijinhos

Lídia Borges disse...

Pois hoje já ouvi a minha mãe dizer que o inverno ainda está para chegar. Baseia-se a afirmação no provérbio que diz mais ou menos isto:

"No dia de Nossa Senhora das Candeias,se vires chorar (chuva) está o inverno a passar, se vires rir (sol) o inverno está para vir".

Não conheço nenhum costume gastronómico associado a este dia, aqui no minho, mas faz sentido o fritinho em azeite novo...

Um beijo

Flor de Jasmim disse...

Rosa
Na aldeia onde nasci não recorde de tal tradição, fritos só peixe, na Marinha Grande onde vivi desde os meus treze anitos ouvia falar na Nossa Senhora das Candeias mas não associo os fritos, mas sou um pouco desligada nestas coisas dos Santos. Aqui em Monte Real não sei, não conheço os hábitos, mas cá em casa por motivos de saúde do meu "Folha Seca" não se usam fritos, embora quando me apetece essas coisas compro uma vez ou duas vezes no ano, mas agora fizeste-me ficar a salivar.

Beijinho e uma flor

mlu disse...

Por aqui, são também os fritos a tradição. Apetecia-me fazer filhós de massa de pão mas não devo ter tempo! Sendo assim, estou a pensar nuns ovos mexidos com farinheira, só para petiscarmos ao lanche. Fazem mal mas vou racioná-los!:)

Bom resto de semana!

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Com c erteza um costume delicioso. Beijos.

São disse...

Sabe o que acho? É que há uma espiritualidade universal que acaba por vir ao de cima de maneira
diversificada.

Candelária traz-me à memória o massacre de crianças de rua no Rio de Janeiro.

Tradições dessas não conheço.

E não falo mais, que é feio falar com a boca cheia, rrsss

Bons festejos para si e para os seus, Rosinha

Anónimo disse...

No tempo de mimnha Mãe,cumpria-se essa tradição,até porque era pretexto para uma guloseima apreciada por todos nós.
Eu...até me esqueço de que não poderia viver sem colheitas de bom azeite porque o aprecio imenso,deixei cair a tradição,mas talvez ainda vá a tempo de fazer uns sonhos ou...sonhar com eles.
Kinkas

Dalma disse...

Rosa, já leu o post da Catarina e o comentário que fiz? Naquelas terras, o ano passado dei-me com eles a comemorar o "dia da marmota" (ground hog day)usando-o tal como nós o dia da N.S.das Candeias para "prever" o comportamento do inverno que se segue!

goiaba disse...

A Festa da Candelária é para os cristãos primitivos ( e é assumida pela Ig.Católica) como o termo de um tempo em que se festeja a LUZ -começa em Dezembro com a festa de Sta Luzia ( 13/12). No Hinduísmo tb se festeja a Luz numa espécie de "festa das candeias" (Deepavali, em Out. ou Novembro)e os judeus tb têm a sua "festa de Chanucá" com o ritual do acender as velas do candelabro judaico.
São formas de celebrar o triunfo do Sol ( que está em "declínio" até Dezembro), do bem sobre o mal, do conhecimento sobre a ignorância, da esperança sobre o desespero, ...
Obrigada por lembrar o dia 2 de Fevereiro ... de que serve saber se o saber não é lembrado? A minha avó tb "estreava" o azeite novo ... tinha esquecido! Fez-me bem lembrar! OBRIGADA.

Nina disse...

Vou contar-te um segredo, Rosinha.
Tinha previsto fazer uma surpresa aos colegas e fazer crêpes para todos. Como estou zangada com alguns, decidi não presentear ninguém.
Hoje de manhã, porém, no Lidl havia uma maquineta de gauffres bem barata. Trouxe-a comigo.
Ainda não a experimentei, mas estou mortinha, porque era coisa que a minha mãe nos fazia muito, para além dos crêpes.:))
Quando fizer, convido-te para um chá.:))
beijinhos

Nina disse...

P.S: das tradições de cá, neste dia, não me lembro de nenhuma.:)

Anónimo disse...

Por aqui , não me lembro de tradição nenhuma. Está tudo concentrado na melhor maneira de escapar ao frio...Será ?
M.A.A.

maria disse...

Não conhecia essas tradições do dia de hoje, nem as de cá, nem as de lá...mas gostei de saber :)

Agora fiquei com vontade de comer sonhos, mas como a cozinha já está "fechada"...talvez os faça amanhã.

( )jinho e muita luz para todos :)

Margarida Costa disse...

Não conhecia essa crença... obrigada por partilhar!

Duarte disse...

Em Pedras Rubras nunca ouvi falar desta festa ou tradição.
A Candelária onde é mais celebrada é nas Ilhas Canárias. Em Valência só na igreja paroquial do seu nome.
Hoje 3, celebra-se o dia de San Blas, no Bairro de Ruzafa. Na igreja de San Valero forma-se uma grande bicha para aceder à sua veneração. Pela tarde faz-se uma procissão. Como tradição comem-se as típicas "galletitas, que se acompañan con garbanzos secos" (São umas bolachas pequenas, pouco doces, que se comem com grande bico seco, diria que tostado, e outros frutos secos).
Abraços

Catarina disse...

Fui ler o meu post do dia 2 de fevereiro do ano passado também dedicado ao Dia da Marmota. Nesse dia foi dia de grande nevão. No teu comentário referiste-te a essa tradição que eu desconhecia. Nessa altura estavas a tirar um curso de fotografia! : )

Maria disse...

Aqui nesta terra onde nasci não há nada que assinale este dia. Nem me lembro que tenha havido, quando era miúda.
A referência que fiz no meu blogue a Iemanjá é específica de Salvador da Bahia, mais concretamente no Rio Vermelho, onde a casa de Iemanjá se enche de gente e a praia é pequena para tantos que a querem presentear. A esta hora o mar tem milhares de flores, espelhos, pentes, adereços diversos para que Iemanjá fique mais bonita...

Observador disse...

As coisas que por aqui se aprendem!!!

Obrigado, Rosa.

Beijinhos

Rosa dos Ventos disse...

Caros amigos
Ainda bem que a Goiaba apareceu e nos deu tantas informações sobre esta festividade.
Afinal é mesmo multi-religiosa como eu tinha dito.
Eu, com o meu jeito habitual, trato tudo por cima da rama...neste caso da oliveira! :-))

Abraço

Rosa dos Ventos disse...

Na terra onde vivo há excelentes padarias e pastelarias que fornecem fritos de óptima qualidade!
O problema para o colesterol e a dieta é que têm-nos à venda sempre.
É Natal e Senhora das Candeias o ano inteiro! :-))

Rosa dos Ventos disse...

À GOIABA um agradecimento especial por ter enriquecido tanto o meu post!
Claro que agradeço a participação de todos!

Abraço

Luis Eme disse...

estou sempre a aprender...

abraço Rosa

trepadeira disse...

Bela lição.
Iemanjá,só conheço o poema.

Um abraço,

mário

Anónimo disse...

Pois se a gente se dispuser e abrir a mente, estamos a aprender e a relembrar.
Uma beleza.
Em Tenerife, há com efeito em Candelária, uma praça estátuas dos reis Guanches que aportaram às Canárias, uma igreja dedicada à Virgem da Candelária - cuja procissão se realiza em 2 de Fevereiro!
E tudo se entrelaça, obg Rosa!
Bjinho da bettips

Evanir disse...

Que Deus ilumine o nosso fim de semana e nos proporcione muitas Bênçãos.
Deus quer que cada um seja um canal de benção um para o outro.
È com esse espirito que venho desejar um lindo final de semana
beijos de paz e luz.
Com carinho.
Evanir...

lua prateada disse...

Hummmm...olha que esses filhotes de sonhos vinham mesmo a calhar...eheheh
Bj

SOL

Rui da Bica disse...

Muito interessante e, completamente, novidades para mim.
Não fazia a mínima ideia destas tradições !

Bj
.

Lilá(s) disse...

Não conhecia essa tradição! mas o paladar do azeite novo esse sim conheço, já o comprei este ano em Tomar.
Bjs

acácia rubra disse...

Não conhecia esta tradição e costumo estar atenta a elas.

Fico como se costuma dizer 'a pulga atrás da orelha' e lá vou pesquisar já, que hoje é domingo e tenho o dia para mim e para o que me dá gosto.

Beijo

Multiolhares disse...

espero que a omelete tenha ficado apetitosa, desconhecia esta tradição
bjs

Rosa dos Ventos disse...

Hoje, domingo, é que a Igreja Católica vai festejar a Senhora das Candeias...é que há muitos, muitos anos atrás chegou a ser dia santo!
Mas eu vou parar com as filhoses porque abusei mesmo! :-))
Nos tempos que correm seria mais um feriado que iria à vida!

Abraço pelas vossas simpáticas intervenções

Teresa disse...

As nossas tradições são sempre multifacetadas, adaptadas a cada povo, a cada latitude, a cada cultura. Adoro filhós e tudo o que seja massa frita!
Bjs

Graça Sampaio disse...

tenho andado um pouco distraída dos blogues das minhas amigas. Alguma falta de tempo. por isso deixei passar esta bela entrada cheia de conhecimento. Já no ano passado tinhas escrito sobre esta tradição, mas agora tem aspetos novos. Especialmente a foto dos fritos.... Hummmmm! que cheirinho!

Em Sintra, era hábito fazer filhós pelo Carnaval e em Inglaterra fazem as corridas de panquecas. Cada terra com seu uso...