quarta-feira, agosto 30, 2006

Sopra de mais o vento...

Sopra de mais o vento
Para eu poder descansar...
Há no meu pensamento
Qualquer coisa que vai parar...

Talvez esta coisa da alma
Que acha real a vida...
Talvez esta coisa calma
Que me faz a alma vivida...

Sopra um vento excessivo...
Tenho medo de pensar...
O meu mistério eu avivo
Se me perco a meditar.

Vento que passa e esquece,
Poeira que se ergue e cai...
Ai de mim se eu pudesse
Saber o que em mim vai!...

Fernando Pessoa, in Cancioneiro

8 comentários:

carmen disse...

isto é um teste

Rosa dos Ventos disse...

Passaste no teste.Parabéns!

3za disse...

Só para agradecer a visita, deixar abraço e votos de sucesso para este novo canto na net! É uma aventura não é?
O rumo somos nós que o vamos fazendo...

Kate Moch disse...

Boa Rosa! Mais um blog a visitar.
Obrigado pela tua presença sempre assidua no nosso.

PS -Eu conheço-te, pois conheço?

Kate Moch disse...

Ah! É verdade! É melhor pores a verificação ortografica nos comentários, senão enchem-te isto de publicidade.

Rosa dos Ventos disse...

Não sei se me conheces e não sei se te conheço!
Tenho que pedir auxílio para essa coisa porque ainda estou muito verde!

danielaserrano disse...

esta lindo não a palavras para diser o quanto esta lindo

Tite disse...

Há aqui muito de comum entre ti e o poeta.

Tu és a Rosa dos Ventos e ele um pensador em desassossego. Será por causa dos ventos?

Abraços